Raio: Desligado
Raio:
km Até onde deseja procurar, à sua volta?
Pesquisar

Como começar psicoterapia: sobre tempo, finanças e referências

É grande a quantidade de pessoas interessadas em iniciar um processo terapêutico, mas sem tempo, sem referências em sua zona e com restrições financeiras para custear a terapia presencial mais o deslocamento.
Obviamente alguns desses fatores precisam ser problematizados, por exemplo, se a pessoa consegue priorizar a si mesma e criar um espaço-tempo de cuidado em meio à rotina de alta produtividade no trabalho; ou se pode se reorganizar, incluindo em seu planejamento mensal uma parcela para seus cuidados em saúde emocional.

Infelizmente, muitas vezes há alguns impedimentos reais para isso, mas não justifica distanciar-se de si mesmo. Por isso, deixo a dica:

1) De forma geral os psicólogos estão ou deveriam estar eticamente inclinados acolher o caso em primeiro lugar, abertos às condições especiais; 2) pode-se pesquisar junto ao seguro saúde se há possibilidade de reembolso ou psicólogos conveniados; 3) Informe-se sobre atendimento psicológico nos serviços públicos; e 4) há uma ampla oferta de acompanhamento a baixo custo nas universidades de ensino de psicologia.

Existem muitos profissionais competentes no mercado presencial e online. Se o problema é tempo e/ou deslocamento, Psicoterapia Online funciona muito bem e demandam apenas uma adaptação. Bons terapeutas online recriam as atividades presencialmente feitas em papel para o meio virtual e podem atender adultos e adolescentes com qualidade.

Quanto às referências, 1) busque conhecer um pouco da formação do profissional; 2) procure por detalhes na internet; 3) pesquise possíveis publicações acadêmicas; 4) observe o tipo de divulgação que faz de seu trabalho e 5) perceba a existência de avaliações positivas explícitas ou implícitas, pois os clientes evitam exposição.

Ou seja, não há justificativa para não buscar um psi online ou presencial.

Voltar para o Topo

Nota: Os artigos e notícias são da inteira responsabilidade dos parceiros que os escrevem e cuja identificação aparece junto aos mesmos. O Portal da Saúde Mental não interfere com as opções técnicas e científicas dos profissionais e instituições registadas no Portal.

Ao navegar neste site, concorda com a nossa política de cookies. saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close