Raio: Desligado
Raio:
km Até onde deseja procurar, à sua volta?
Pesquisar

Saúde Mental, Riscos Psicossociais e a importância de locais de Trabalho Saudáveis

O Emprego, conceito “inventado” no século XIX, tem cada vez mais repercussões ao nível da saúde mental das pessoas.

Quando as condições de trabalho e os fatores humanos estão em equilíbrio, existem condições favoráveis para que o trabalhador crie sentimentos de superioridade e confiança em si próprio, aumente a motivação, a capacidade de trabalho, a satisfação no trabalho e melhore a sua saúde (WHO, 2010). Se, em vez disso, houver desequilíbrio, os efeitos podem ser diversos, tais como insatisfação no trabalho, podem surgir efeitos psicológicos, reações de comportamento, consequências psicofisiológicas, incidentes e acidentes de trabalho e até mesmo absentismo e baixas médicas.

Todos nós possuímos níveis de stress adaptativo fundamental no desempenho diário das nossas funções, porém quando os níveis ultrapassam o “ótimo”, consequências negativas podem ter lugar no trabalho realizado e na saúde dos trabalhadores.

Estas consequências são os denominados riscos psicossociais, infelizmente em Portugal, não são identificados estudos ou análises que nos permitam ilustrar as incidências verificadas na nossa realidade laboral.

Os riscos psicossociais relacionados com o trabalho são identificados como uma das grandes ameaças contemporâneas para a saúde e segurança dos trabalhadores.

De acordo com a Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (AESST, 2005), por riscos psicossociais entendem-se os aspetos relativos ao desenho do trabalho, assim como à sua organização e gestão e aos seus contextos sociais e ambientais, que têm o potencial de causar danos de tipo físico, social ou psicológico.

De acordo com Gollac & Bodier (2011), os fatores psicossociais de risco no trabalho, podem ser agrupados em seis dimensões: a intensidade do trabalho e o tempo de trabalho; as exigências emocionais; a falta/insuficiência de autonomia; a má qualidade das relações sociais no trabalho; os conflitos de valores e a insegurança na situação de trabalho/emprego.

Para a OMS (2010) são vários os fatores que estão na origem de riscos psicossociais que concorrem para uma maior ou menor perceção dos mesmos pelos trabalhadores, estes fatores podem estar relacionados com a organização do trabalho, cultura organizacional, estilo de gestão, apoio da gestão e segurança no local de trabalho. Uma organização do trabalho deficiente pode levar a problemas como o aumento das exigências de trabalho, pressão em relação ao cumprimento de prazos, flexibilidade nas decisões, recompensa, reconhecimento, apoio dos supervisores, clareza do trabalho, conceção do trabalho, e comunicação deficiente. A cultura organizacional, nomeadamente, falta de políticas, normas e procedimentos relacionados à dignidade e respeito para com todos os trabalhadores, no que diz respeito a assédio, intimidação, discriminação de género, estigmatização, intolerância, diversidade étnica ou religiosa e a falta de apoio a estilos de vida saudáveis também contribuem para um aumento da pressão sobre o trabalhador. O estilo de gestão da organização e de controlo no que se refere a ausência de consultas, negociações, comunicação recíproca, feedback construtivo, gestão do desempenho de forma respeitosa são igualmente fatores que propiciam uma maior perceção de riscos psicossociais pelos trabalhadores. É também um fator de risco a falta de apoio para um equilíbrio entre a vida profissional e familiar. Muitas vezes, o medo da perda de emprego relacionado a fusões, aquisições, reorganizações ou devido ao mercado de trabalho/economia, criam inevitavelmente falta de segurança no local de trabalho.

Perante esta problemática situação, a OMS (2010) apresentou um novo conceito o qual definiu como local de trabalho saudável. Sendo um local de trabalho saudável, aquele em que os trabalhadores e os gestores colaboram para o uso de um processo de melhoria contínua da proteção e promoção da segurança, saúde e bem-estar de todos os trabalhadores. Esta definição mostra como a compreensão de saúde ocupacional evolui de um foco quase exclusivo sobre o ambiente físico de trabalho para a inclusão de fatores psicossociais e de práticas de saúde individual.

Deste modo, o local de trabalho está a ser cada vez mais usado como um espaço para a promoção da saúde e não só para evitar doenças e acidentes de trabalho, mas para diagnosticar e melhorar a saúde das pessoas em geral (OMS, 2010).

Sobre suamaral

Psicóloga, Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde e Especialista em Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações, licenciada pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (Psicologia e Saúde). Mestrado em Toxicodependência e Patologias Psicossociais, no Instituto Superior Miguel Torga em Coimbra. Frequência do curso de Doutoramento na Faculdad de Medicina da Universidad de Salamanca – Espanha, subordinado ao tema: “La enfermedad: Su dimensíon personal y condicionantes socioculturales”. Desde Julho de 2002, Psicóloga na ABPG - Associação de Beneficência Popular de Gouveia, atualmente membro da equipa do Núcleo de Reabilitação Profissional; Acompanhamento psicológico e orientação vocacional; Participação na conceção de intervenções formativas. Membro da Equipa do centro de Recursos Local. Prescritora de produtos de Apoio. Membro da Equipa de autoavaliação da Acreditação/certificação. IPSS- setor social Formadora externa em várias entidades, IEFP, RED-APPLE; INOVINTER.
Voltar para o Topo

Nota: Os artigos e notícias são da inteira responsabilidade dos parceiros que os escrevem e cuja identificação aparece junto aos mesmos. O Portal da Saúde Mental não interfere com as opções técnicas e científicas dos profissionais e instituições registadas no Portal.

Ao navegar neste site, concorda com a nossa política de cookies. saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close