Raio: Desligado
Raio:
km Até onde deseja procurar, à sua volta?
Pesquisar

Comportamentos desadequados são um dos desafios mais comuns na vida das famílias com crianças e adolescentes. Desde birras a desobediência, é através do comportamento que se expressam muitas emoções, resultado de necessidades específicas ou resposta a exigências do meio que nos rodeia. Dentro de certos limites, não é preocupante que, em várias fases do desenvolvimento, as crianças ou adolescentes se “portem mal”. Por vezes o “mau comportamento” está presente mas desaparece à medida que a criança ou adolescente crescem, sendo por vezes uma resposta a uma mudança específica (ex. doença, morte de um familiar ou amigo, conflitos com pares).

Apesar de o comportamento desadequado ser normal em várias fases do desenvolvimento, em algumas situações têm um significativo impacto na vida familiar/escolar, comprometendo as relações e o funcionamento da própria criança ou adolescente. É um desafio à função educativa dos pais e das escolas.

O que são problemas de comportamento?

Problemas de comportamento são um termo geral, onde se encontram dificuldades comportamentais e emocionais. Estas expressam-se, muitas vezes, de forma internalizada (ex. ansiedade, depressão, isolamento, sentimento de inferioridade) ou externalizada (ex. desafio, impulsividade, agressão, hiperatividade). Alguns destes comportamentos começam na idade pré-escolar (ex. elevada timidez, grandes birras, bater, gritar e chamar nomes), sofrendo alterações ao longo do desenvolvimento e adquirindo novas dimensões na fase adolescente (ex. cortes, baixa auto-estima, roubos, mentiras, recusa das regras, fugas, destruição de propriedade).

Podemos ainda considerar problemas de comportamento:

– Alguns hábitos que, pela sua persistência e frequência afetam o funcionamento social, físico e emocional – chuchar no dedo; roer as unhas; puxar os próprios cabelos; tiques; bater ou morder-se a si mesmo; gaguejar.

– Problemas de sono – dormir excessivamente (normal na adolescência), não dormir durante a noite, dificuldades em adormecer à noite ou dificuldades em manter-se a dormir.

Quando sentimos dificuldade em gerir e ajudar a ultrapassar estes e outros problemas de comportamento nas crianças e adolescentes, deve recorrer-se a um profissional especializado na área da saúde mental, de forma a concertar estratégias assertivas de resolução dos problemas e assegurar que estes comportamentos não se agudizam e possam fazer parte de um quadro de perturbação mental.

Ao navegar neste site, concorda com a nossa política de cookies. saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close